Diretamente de Sobradinho DF o grupo Calamidade Pública marca presença no Festival

O grupo surgiu em meados de 1998 com o objetivo de transmitir mensagens de conscientização contra o preconceito e a injustiça. Queriam se manifestar contra todos os tipos de agressão que afetam a massa periférica. Escolheram o Rap por ouvirem desde muito pequenos e por ser um forte meio de comunicação ao protestar coisas ruins com boas palavras, ou seja denunciar problemas e apontar soluções. O Calamidade Pública surgiu em sobradinho II tendo o violão como inspiração e instrumento de trabalho para as primeiras composições. O grupo é formado por Alisson e Rams. E ao longo dos anos acumularam diversos trabalhos e participações em outros grupos, as músicas mais executadas são: Juventude Alienada, servos da Ignorância, Recordações, Rap Não é Patifaria, Uma Solução Para Viver, dentre outras. Tiveram a oportunidade de tocar em quase todas as cidades satélites do DF. No ano de 2011 o grupo gravou o vídeo clip da música “Uma Solução Para Viver” com o coletivo “NaKaradura Produções” tendo a participação da Aninha do grupo “Atitude Feminina” Atualmente o grupo encontra-se em estúdio produzindo o disco “Uma Injustiça Feita ao Homem é Uma Ameaça Feita a Humanidade” tendo o privilégio de trabalhar com,”DJ Raffa Santoro” um dos produtores mais consagrados do pais. O maior sonho é serem reconhecidos a nível nacional pelo Rap pelos esforços e por se dedicarem com profissionalismo e seriedade.