Categoria: News

Contra Sistema é mais um grupo confirmado no Festival

O grupo Contra Sistema é um dos mais novos representantes do Rap no DF de Samambaia e se encontra no momento gravando suas primeiras musicas no Brothers Estúdio.

O grupo é formado pelos integrantes: R.D.G , BRAIAN BIG e MC Real.

Os integrantes R.D.G e BRIAN BIG cumprem medidas socio-educativas no Caje a 2 anos tendo já o privilégio de poder sair nos finais de semana de 15 em 15 dias.  

A partir do ano que vem os dois integrantes do grupo já terão cumprido as medidas e estarão em liberdade para concluir as gravações do primeiro CD com produção assinada de DJ Raffa Santoro.

DJ Hércules confirmado no V Festival de Hip Hop do Cerrado

A carreira do DJ Hércules começou no ano de 1984, que sempre foi louco por musicas, desde seus 15 anos de idade.

Nessa época existia uma equipe de som que se chamava “Studio Som Show”, e sempre quando podia Hércules ia durante o dia para ver os caras montando os equipamentos  nos colégios. Para ele estava bom só em olhar, porque na década de 80 os bailes eram nos colégios, e rolava muito lazer nas ruas de graça.

Aos completar 17 anos Hercules começou a realizar eventos e rua como no lazer no setor “O”, com equipamentos emprestados. Naqueles tempos rolava pouco Rap nacional. A musica da época era funk do tipo Miami Bass, como Gigolo no Tony,  Freestyle, Magotron, Pretty Tony por exemplo.

Já com 18 anos Hercules foi tocar em uma das melhores equipes de som de Brasília, A Sarro Disco Show, com DJ Fat Boy, que durou mais ou menos 3 anos.

O clube Primavera era a casa da equipe Sarro Disco Show, e na seqüência Hércules começou a tocar na equipe que sempre admirou a “Studio Som Show”. Nessa equipe ele permaneceu por muitos anos, até quando ela encerrou suas atividades.

Daí para frente começou a tocar nas radio comunitárias da Ceilândia, sendo que de passagem já tocou no programa da (Furação 2.000), no primeiro ano da radio atividade FM  com DJ Fat Boy.

 Hércules tocou por 6 meses na radio JK FM no programa (O Som das Quebradas em 2007) com  apresentação do Marquinhos do Tropa de Elite e DJ Fat Boy e trabalhou também na radio Jornal de Brasília com apresentação do DJ  Fat Boy e DJ  Rith .

Hoje Hércules toca em todas as equipes de som de renome de Brasília, e no Rio de Janeiro. Como na (Aquário, Soul Grand Prix e Furação 2.000).

 DJ Hércules já produziu vários bailes no Clube Primavera, Clube Cit, Paradão Bernado Sayão, lazeres beneficentes, e eventos com Grupos de outros estados, como Racionais, Ndee  Naldinho, Pregador Lú, Realidade Cruel, Facção Central, Consciência Humana, Dexter entre outros, todos realizados aqui em Brasília.

Atualmente DJ Hércules acumula 12 CDs gravados todos pela gravadora Marola Discos.

Em  2011 e 2012  teve a honra de tocar em vários eventos do GDF, nas cidades do Cruzeiro, Paranoá, Ceilândia, Recanto das Emas, Torre TV de Brasília, Guará e Brazlândia.

Pacificadores é mais uma atração confirmada no Festival

O Grupo Pacificadores carimbou sua marca por onde passou. A formação do Grupo é bastante eclética, com músicos seguidores/ouvintes de gêneros musicais diferentes, porém, todos com o estilo Rapper/R&B dentro de si, atrelado ao dia a dia. O repertório do Grupo inclui sucessos consagrados dentro do país, tais como: Não Faz Assim, Ai Bicudo, Eu Queria Mudar, D. Menor & Velas, além é claro de músicas R&B. para esquentar um pouco mais o show/baile. O estilo Rap, com várias musicas novas no mercado é uma das especialidades dos PACIFICADORES. Uma banda de músicos com anos de experiência e dedicação, que tem um show absolutamente perfeito, com ensaios de backings vocals inclusive, colocando a música Rapper num patamar elevado, que é onde ela deve estar. Há quem diga que o Grupo Pacificadores ta pegando por onde passa. Contudo, o diferencial da banda é a qualidade musical. As musicas são executadas de forma perfeita, sem  arredondamentos?. No ano de 2007 a Banda lançou seu primeiro CD. Foram vendidas mais de 2000 mil cópias, isso apenas em lojas e casas noturnas onde o grupo se apresenta e tem um público fiel e grandioso. A música Eu Queria Mudar está Demais foi veiculada em todas as rádios do Estado de Brasilia, porém outros hitz como Não Faz Assim, são bastante tocados e são pedidas em cada show que a banda faz. A Banda já conta com um Studio próprio, equipamento próprio de produção musical. A agenda de shows da Banda Vareia . Os shows devem ser programados com pelo menos 1 a 2 meses de antecedência caso contrário, as chances de encontrar a Banda sem trabalhos agendados são pequenas. Na estrada, o Grupo PACIFICADORES, já tocou nos shows de Facção Central, Racionais Mcs, MV Bil, Dina D, Realidade Cruel e EQP Smurphies Disco Club dentre outros e tem sido chamado para fazer shows em Brasília Pavilhão do parque da cidade, Torre de TV, Minas Tênis Club no GANGSTA RAP, Frente Ginásio NILSON NELSON e em outros Estados e Cidades do Brasil, Ex: Minas Gerais em Uberlandia, Uberaba, São Paulo em Piracicaba, Leme, Limeira. Ribeirão Preto, Batatias, Barrinha, Franca, Araxa e outros Recife Ibura de cima e Pina Anapolis, Goiania, Bahia Barreiras  e outros.
Com o lançamento do 1º CD, em maio de 2007, o sucesso explodiu, pois o trabalho foi feito, sempre de forma clara, honesta, profissional e acima de tudo, respeitosa. Para 2009 está previsto o lançamento de um novo CD com 12 faixas, sendo cada faixa escolhida pelos músicos do grupo com todo cuidado. Provavelmente no Entorno e no DF e onde a banda possui publico cativo. Entretanto, o grupo Pacificadores faz sucesso também nas seguintes regiões: ABC/São Paulo/Osasco/Guarulhos, Sorocaba, Bauru, Presidente Prudente, Montes Altos,Recife-PE, Rio de Janeiro, Bragança Paulista, Minas, Ribeirão Preto, e os críticos apontam a qualidade vocal e a competência musical do Grupo os pontos altos da banda. O site dos Pacificadores no palco MP3 tem mais de
1.964.215 exibições e a banda é tida como referência musical para vários artistas que estão começando. a simpatia e humildade têm conquistado o publico em geral, o grupo PACIFICADORES trabalha no viés da competência técnica, da ética profissional e com foco nos seus clientes, no seu público, contudo nunca esquecendo que a musica toca corações, vidas, e por isso, o sentimento também tem que ser envolvido no trabalho. O publico merece músicas bem executadas, em tons originais, com um sutil toque da marca ?pacificadores? que dá o desfeche nas interpretações. 

DJ Nelson Ramos marca presença no Festival

A caminhada de Nelson Pereira Ramos popularmente conhecido como DJ Nelson Ramos, começa em 1995 quando resolve acompanhar de perto o rap nacional adquirindo disco de vinil e procurando equipes para mostrar seu trabalho.

Foi DJ da Equipe de Som Equipa-Som (Gama) de 1997 a 2.000, partiu então para seu objetivo que era o Radio.

Em 2.002 fez seu curso de discotecagem com o então renomado DJ Elivio Blower hoje atual delegado sindical do Sindicato dos Radialistas de Brasília.

Iniciou então o projeto Espaço do Rap (programa de radio) e nome para seus eventos.

O programa cresceu e hoje o Espaço do Rap traz sob si a responsabilidade de representar no cenário do Rap Nacional no DF a cidade de Gama – Santa – Maria e entorno.

Em 2.004 Nelson Ramos passou a fazer parte do Grupo de Rap Identidade, apresentando-se em vários eventos como DJ do grupo obteve experiência sobre organização de palco, preparação para vocalistas e produção de musicas em estúdio.

Como DJ discotecário Nelson Ramos organizou eventos, se apresentou em eventos de Rap festas diversas e lançou 02 CDs, 01 DVD e o site oficial do Espaço do Rap.

O primeiro Cd veio no ano de 2009 uma coletânea que reunia vários nomes do Rap Nacional do DF e entorno.

O segundo em 2010 veio a pedidos de grupos que por falta de espaço ficaram fora do primeiro. Ambos tiveram suas festas de lançamento e assim como o DVD atingiram seu objetivo de sucesso total e reuniu os maiores nomes do Rap do DF e entorno obteve uma vendagem de 3.500 unidades.

Atualmente o DJ Nelson Ramos esta trabalhando no segundo Cd de seu grupo de deverá sair em meados de julho de 2012.

Voz sem Medo é mais uma das atrações do Festival

O grupo de rap Voz Sem Medo surge no final de 1996, na cidade de Brazlândia, periferia do Distrito Federal. Seus integrantes são: Dj Marola, Djara e Chamas,  no palco são acompanhados por um integrante honorário: Duck’D.   Os ensaios começaram  e janeiro de 97. Embora fosse considerado do grupo desde o início,  Dj Marola só ingressou no grupo após retorna de São Paulo, onde  morou por alguns anos.

Chamas e Djara são os responsáveis pela composição das letras e pelos vocais. No mesmo ano começaram  as apresentações em cidades do DF e Entorno de Brasília. Ao participar do Concurso de Rap no CIT- Clube Industrial de Taguatinga, já demolido- surpreenderam com a música Vai Boy! Entre os 18 grupos em disputa, ficaram em terceiro lugar, para a tristeza de parte dos presentes ao evento por entender que mereciam o 1º lugar. No entanto, a apresentação do grupo agradou tanto que acabou rendendo o convite do rapper GOG, para que participassem da coletânea “GOG Convida”. Lançada em todo o Brasil, em 1998. Essa coletânea foi o início de uma carreira difícil, independente e sólida. As duas músicas selecionadas pelo grupo para a coletânea: Vai Boy e Gangsta é a Morte conquistaram o público que ficou na expectativa da chegada do cd da banda.

Com o passar do tempo o cd não saiu e, muitos fãs ficaram impacientes. Por vários fatores, o tão esperado trabalho solo só veio no final de 2004. Antes, no ano 2000, o grupo havia lançado de forma independente um CD SINGLE com três faixas, (talvez o primeiro grupo iniciante a fazer isso!) pelo selo DusKraS (criado pelo próprio grupo): “O Final é Sempre o Mesmo”. As músicas alcançam o objetivo esperado: agradar ao público – com destaque para a letra “De herói a Bandido” que é considerada um dos Hino do Rap Nacional, tendo mais de 3 milhões de acessos, sem nenhum tipo de propagada ou promoção de mídia.  Cabe ressaltar o lançamento feito pelo grupo de um disco de VINIL, homônimo a este CD. Talvez um dos poucos e últimos grupos fazerem isso no Brasil.

Esse trabalho mostrou a todos o potencial do grupo, incentivando a gravação do primeiro cd “cheio”, em 2004. Aumentado, por outro lado, a cobrança e a responsabilidade de trazer aos amantes do Rap Nacional, um trabalho original e de qualidade, com letras sempre bem pensadas e de compromisso. Nesse período, o grupo se apresenta em dezenas de shows no DF e nas cidades do Entorno; além de participar apresentações beneficentes, palestras e debates em escolas públicas e particulares. Por onde passa o grupo Voz Sem Medo conquista fãs com suas letras bem trabalhadas e por suas excelentes apresentações. O grupo participa como convidado de vários outros CDs de grupos e de coletâneas, como: “Consciência Black No 05”, “DJ Raffa 20 Anos”, “Ameaça Urbana”, “Liberdade Condicional”, “Falso Sistema”, CPI da Favela, 3-1Só, Ideologia & Tal, entre outros. No ano de 2005, já com o cd SE VOCÊ QUER SABER (2004) nas ruas, lança seus dois primeiros vídeos clipes: “De Herói a Bandido” e “Ovelha Negra”. É indicado em três categorias, grupo Revelação, Melhor Música e Melhor DJ de Grupo, pelo PRÊMIO HUTÚS (evento âmbito nacional que premia os destaques do gênero no Brasil). O cd foi produzido por DJ Raffa e pelo produtor Gibe e tem participações de peso como as dos rappers “X” ex-Câmbio Negro e Japão – Viela 17. A abertura é do renomado GOG. Esse trabalho é referência em todo o Brasil de um projeto independente de sucesso! O grupo ganha mais uma vez admiradores dentro e fora do Distrito Federal, abrindo e fechando shows dos grupos mais conhecidos do cenário nacional como Racionais Mc’s, GOG, Facção Central, Cirurgia Moral, Provérbio X, APC 16, Realidade Cruel, Consciência Humana, Visão de Rua, MV Bill, Consciência X Atual entre vários outros.

Em 2012, chega ao mercado nacional o CD “PROIBIDO PARA MENTES MENORES”, abrilhantado com as participações de Realidade Cruel, Atitude Feminina, Provérbio  “X”,  entre outros.  Com uma capa instigante e letras originais, bem pensadas, e de compromisso com a mudança sociocultural e política, este novo trabalho reforça a áurea positiva que gira em torno do grupo, como um dos melhores e mais promissores do país. Destaque para as letras “Um Deus e Dois Ladrões”, “Aborto”, “Branca Como a Neve”, “Todo Erro tem seu Preço” e “Agosto” que deu origem ao novo vídeo clipe, bastante elogiado, por todos!

Com apresentações em São Paulo, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Mato Grosso e Bahia entre outros estados do país, o Voz Sem Medo, se consolida definitivamente no cenário do rap nacional.

O grupo Baseado nas Ruas estará de volta aos palcos no Festival

O primeiro trabalho de Marcão e Dj Raffa, foi no final de 1989, quando gravaram seu primeiro Álbum (Lp) pelo selo Kaskata’s Records de São Paulo. Dj Raffa e os Magrellos se tornava o primeiro grupo de rap do DF a ter um disco gravado. O título do Álbum era “A ousadia do Rap de Brasília” e a faixa “Ah não bicho!”, estourou por toda a capital federal, ficando em primeiro lugar entre as mais pedidas da Radio 105 FM, Radio de maior IBOPE na época.

Logo depois, lançaram um disco mix com a faixa do Lp intitulada “Rua” remixada. Esse foi o primeiro disco mix de Rap Nacional a ser lançado, e as faixas “Rua” e “Dj Scratch” estouraram em todos os Bailes do Brasil.

Em 1991, o grupo grava uma fita demo e parte para o Rio de Janeiro, disposto a assinar com uma grande gravadora. Acabou sendo o primeiro grupo de rap do Brasil a gravar por uma multinacional, a Sony Music, e ainda o primeiro a ter um registro fonográfico em CD e um clip a ser veiculado na MTV. A faixa “Doidão” (com um rap velocíssimo de Marcão) estourou em todo o Brasil e acabou sendo trilha da novela Vamp da Rede Globo.

Em 1992 o grupo acaba por divergências internas e Marcão e Raffa decidem então formar o Baseado nas Ruas. Com uma proposta polêmica por causa do nome do grupo – que na verdade um trocadilho, e significava “se basear nas ruas”, (já que as letras falavam muito sobre as mazelas que as drogas causam nos jovens na periferia), partiram para São Paulo e assinaram com a TNT Records. O primeiro Álbum, auto-entitulado, foi muito bem em SP e no DF, gerando assim grande quantidade de shows em ambos os estados.

Em 1993 sai o segundo Álbum, “Bagulho na Seqüência”, com letras fortes e sendo considerada pelos críticos como um obra-prima em termos de produção, tornou Dj Raffa um dos produtores de rap nacional mais solicitado em todo Brasil.

A convite da Gravadora Discovery, o grupo retornou a Brasília e lançou o CD intitulado “Reflexão” que saiu no início de 1998. No final deste mesmo ano Raffa e Marcão formam um grupo paralelo, chamado Sabotagem, cujo compromisso principal do trabalho é expressar de forma bem dançante, toda a revolta e indignação dos seus integrantes em relação no que acontece de errado no movimento Hip Hop em todo Brasil.
O lançamento do CD foi no Gran Circo Lar no primeiro semestre de 1999. Neste mesmo ano lançaram o quarto Álbum, intitulado “A sabotagem continua”. Paralelamente Dj Raffa lançou uma coletânea comemorativa dos seus 20 anos de Hip Hop.

Também fizeram um projeto pelo FAC (Fundo da Arte e Cultura) com apoio da Funap, no complexo penitenciário da Papuda com o intuito de recuperar jovens presos através da música, com o grupo Antecedente Criminal para dar-lhes um futuro melhor, dando continuidade a um trabalho já iniciado por Raffa no Núcleo de Custodia.

Em 2003 lançaram a mixtape “Laboratório do Crime” que teve a intenção pioneira de ser todo disponibilizado anos depois na Internet. Apos anos envolvidos em outros projetos Marcão e Raffa resolveram se juntar novamente em 2012 para fazer um novo trabalho a pedidos dos fãs nas redes
sociais e admiradores de seu estilo musical.

Firma de Scratch se apresenta pela 1 vez no Festival de Hip Hop do Cerrado

O Firma de Scratches é um coletivo de DJ´s de Brasília envolvidos com turntablism. Os membros do grupo foram originalmente DJs de hip-hop, que estão entre os pioneiros do movimento turntablism do Distrito Federal.

O Firma de Scratches, mistura e cria peças musicais de amostras, usando toca-discos múltiplos como instrumentos. O grupo começou em 1998 com os Djs Beetles, Jr. Killa, Mano Mix e RCD. O grupo mais tarde acrescentou Djs A, Alan Def, Batma, Léo Zulu e Tydoz para sua formação. Eles lançaram projetos e fizeram várias participações.

Hoje a formação atual é composta pelos Dj´s A (Gog), Batma (Batidão Sonoro), Beetles (Firma de Scratches) e RCD (Rapadura). Formada com o intuito de promover, divulgar e valorizar a arte da discotecagem, dentro dos grupos de RAP de Brasília. E ainda com o objetivo de colocar a modalidade Turntablism (Arte de manipular os discos), dentro do cenário de Brasília e do Brasil.

O intuito maior do grupo é de consolidar a modalidade Turntablism, dentro do projeto DJam Session e expandi-lo para todo o Distrito Federal. Com Workshop, Oficinas e despertando o interesse da arte que consideramos a mais importante dentro da cultura Hip Hop.

Diretamente de Sobradinho DF o grupo Calamidade Pública marca presença no Festival

O grupo surgiu em meados de 1998 com o objetivo de transmitir mensagens de conscientização contra o preconceito e a injustiça. Queriam se manifestar contra todos os tipos de agressão que afetam a massa periférica. Escolheram o Rap por ouvirem desde muito pequenos e por ser um forte meio de comunicação ao protestar coisas ruins com boas palavras, ou seja denunciar problemas e apontar soluções. O Calamidade Pública surgiu em sobradinho II tendo o violão como inspiração e instrumento de trabalho para as primeiras composições. O grupo é formado por Alisson e Rams. E ao longo dos anos acumularam diversos trabalhos e participações em outros grupos, as músicas mais executadas são: Juventude Alienada, servos da Ignorância, Recordações, Rap Não é Patifaria, Uma Solução Para Viver, dentre outras. Tiveram a oportunidade de tocar em quase todas as cidades satélites do DF. No ano de 2011 o grupo gravou o vídeo clip da música “Uma Solução Para Viver” com o coletivo “NaKaradura Produções” tendo a participação da Aninha do grupo “Atitude Feminina” Atualmente o grupo encontra-se em estúdio produzindo o disco “Uma Injustiça Feita ao Homem é Uma Ameaça Feita a Humanidade” tendo o privilégio de trabalhar com,”DJ Raffa Santoro” um dos produtores mais consagrados do pais. O maior sonho é serem reconhecidos a nível nacional pelo Rap pelos esforços e por se dedicarem com profissionalismo e seriedade.

Rei Cirurgia Moral é mais uma atração confirmada no Festival desse ano

Em 1993 forma-se o grupo Cirurgia Moral, inicialmente com 04 integrantes. O grupo segue uma linha bem pesada e polêmica devido a temática que expõem em suas letras, retratando o verdadeiro cotidiano das grandes capitais e periferias. No mesmo ano o grupo ganha admiradores das mais variadas idades e fazem diversos shows em todo DF e região do Entorno. Incentivados pela boa repercussão iniciam o projeto de uma fita-demo no intuito de conseguir uma gravadora para lançar o primeiro disco. Nos dias atuais depois de 8 discos lançados é um dos grupos mais conceituados e respeitados do cenário da Cultura Hip Hop brasileiro estando entre os principais nomes do Brasil como Racionais, MV Bill, Facção Central e DJ Jamaika entre outros. Rei coleciona nos seus mais de 19 anos de carreira vários prêmios e centenas de shows memoráveis em todo país. Como por exemplo: Brasília Outros 50, Brasília 51 anos, Hip Hop contra o Crack, Abril Pro Rap, Festival de Hip Hop do Cerrado, Semana da Consciência Negra entre outros.

Proverbio X mais uma vez marca presença no V Festival de Hip Hop do Cerrado

Principais Eventos:

– Marcha Pra Jesus BH (2012)

– Celebrações de Inverno (Sara Nossa Terra 2012)

– Culto do Gueto (Igreja Batista da Lagoinha- 2011-2012)

– Aleluia Festival ( 2009 e 2011)

-Uma Noite em Brasilia (2009 – São Paulo)

– Gravação do DVD – Desde 1998 do PROVÉRBIO X no ano de 2009

– Racionais Pavilhão de Exposição (2010)

– Brasília Outros 50 (2010)

– 1ª Feira Hip-Hop de Goiânia com Racionais (2010 – Goiânia)

– Festival de Primavera (2009 – Vitoria da Conquista/BA)

– Hip Hop do cerrado (2007 e 2009 – Brasília)

– Gravação do DVD do GOG (2007 – Brasília)

– Gravação do DVD Aperte o play a festa Volome 1 (2006 – São Paulo)

– Natureza Gospel (1999 – Brasília), média de público 30.000 pessoas;

– Abril pro Rap (2001/2002 – Brasília), média de público 4.000 pessoas;

– Marcha Para Jesus (de 1999 a 2003, 2009 – Brasília), média de público 300.000 pessoas;

– Festa do Céu (2001 Fortaleza), média de público 7.000 pessoas;

– Encontro da Rede de Jovens (de 2000 à 2003 – Manaus – Igreja da Restauração),média de público 15.000 pessoas;

– E muitos outros nas principais Capitais do país como : São Paulo, Belo Horizonte, Rio de Janeiro,

Goiania, Curitiba …

– Vem dividindo palco com grandes nomes do meio HIP-HOP como:

Realidade Cruel, Racionais MCS, Apocalipse 16, Dj. Alpiste,

Xis, Facção Central, Gog, Dj. Jamaica, Ao Cubo e outros.

PREMIAÇÕES

– o PROVÉRBIO X foi indicado ao -HUTUS,maior premiação do rap nacional, como MELHOR GRUPO GOSPEL E MELHOR CD GOSPEL (2001,2002, 2006,2008 e 2010)